Controle de ponto online pra gestão de jornada fixa e home office.

Sumário

Você sabe como criar controle de ponto na empresa?

criar controle de ponto

Criar controle de ponto de fato é uma das atividades mais trabalhosas, mas também, é uma das mais importantes do departamento pessoal. 

Entre as funções do controle de ponto, uma das principais é evitar prejuízos financeiros para a empresa, pois desempenhando bem suas ações evita possíveis questionamentos judiciais. 

Para tanto, essa prática consiste em documentar os horários de entrada e saída de funcionários para evitar tais problemas.

É através do controle de ponto, que é possível avaliar, de forma  precisa, faltas, atrasos, férias e horas extras de funcionários.

Se você quer entender como criar o controle de ponto para sua empresa, continue conosco nessa leitura.

Controle de Ponto e a Jornada de Trabalho

O controle de ponto se resume ao registro da jornada de trabalho dos colaboradores de uma empresa. 

Assim, criar controle de ponto nada mais é que  registrar todos os horários dos movimentos de um dia de trabalho do colaborador. 

Os movimentos incluem a entrada, intervalo intrajornada, que pode ser para descanso ou refeição, o retorno do intervalo e a saída. 

Claro que se houver horas de trabalho extraordinárias, essas devem ser registradas, início e fim, lembrando que o tempo máximo de horas extras são de duas horas. 

Quando se pensa em controle de ponto, é comum pensarmos em um livro preto, assim foi por muito tempo, era o que se chama de  controle de ponto manual.

Com o avanço tecnológico, já era de se esperar que o sistema fosse automatizado. A lei permite o controle de ponto de forma manual, mecânica ou ainda eletrônica.

Você sabe qual a importância do controle de ponto? Se quer entender melhor este assunto continue sua leitura 

Criar controle de ponto é importante?

Toda vez que uma empresa contrata um colaborador, o faz com um propósito. E para que este objetivo seja realizado é fixado uma jornada de trabalho.

Se não houver um controle dos horários deste colaborador, como saber se as horas de sua jornada estão sendo respeitadas?

Sem um controle de ponto na empresa, fica impossível saber se as horas contratadas estão sendo respeitadas.

Isso interfere diretamente na sua produtividade, que vai afetar os cofres da empresa, pois sem trabalho, sem dinheiro, para honrar seus compromissos.

É através do controle de ponto, que se pode contabilizar a remuneração do colaborador, pois mesmo que exista uma jornada acordada entre ele e a empresa, é preciso cumprir a jornada para justificar seu salário.    

Por estes motivos, é tão importante ter um controle de ponto eficiente, para garantir o funcionamento saudável da empresa, além de ser uma forma eficiente de organização. 

Mas não para por aí, criar controle de ponto serve ainda para:

  1. Evitar processos trabalhistas: Principalmente no que diz respeito às horas extras. Quando o colaborador percebe que o controle de ponto é falho, ou a empresa não está honrando suas horas extras, ele automaticamente vira um inimigo desta empresa, e além de fazer seu serviço de forma irresponsável, ele vai juntando provas contra a empresa, e ao ser desligado, seu caminho é a justiça trabalhista. Então ter um bom controle de ponto já evita esta situação.
  1. Reduzir custos e erros operacionais: Você já ouviu a frase: Tempo é dinheiro? Aqui encontramos a comprovação de sua veracidade. Pois, ter um controle de ponto eficiente reduz significativamente os erros na folha de pagamento. É através desses registros que se pode calcular o compromisso financeiro da empresa com o colaborador. E a empresa fica respaldada caso sofra alguma fiscalização ou processo trabalhista.  
  1. Gestão de ponto eficiente: A partir de um controle de ponto eficaz, a empresa pode ter uma visão administrativa e consequentemente, realizar uma gestão de ponto mais eficiente, analisando déficits como faltas, atrasos, e até mesmo horas extras. Somente assim, é possível a empresa consegue tomar decisões,  promovendo ações que possam melhorar seu desempenho.

Como Criar um Controle de Ponto Eficaz 

Vamos trazer aqui 3 dicas que vão ajudar você a criar um controle de ponto mais eficaz, baseado na escolha do melhor instrumento de controle, na sua otimização e recursos, que vão ajudar sua gestão, confira abaixo:

 1 – Escolha do Instrumento de Controle 

Segundo a lei Portaria 1510 do MTE a marcação de ponto é válida por registro manual (livros de ponto), registro mecânico (relógios cartográficos) e o registro eletrônico pelo REP ou sistema online.

Se seu objetivo é criar um controle de ponto eficaz, escolha o mais moderno,  com as melhores tecnologias, no passado o livro de ponto já foi a melhor alternativa.

Hoje a melhor opção que temos no mercado é o sistema de ponto eletrônico ou online. Existem vários modelos, é bom conhecer antes de contratar.

O controle de ponto eletrônico, é feito por meio da leitura de um cartão magnético ou pela biometria. 

Em seguida, seus dados são armazenados diretamente na memória do equipamento. 

No caso do ponto eletrônico, é obrigatório por lei emitir um comprovante impresso que possa ser guardado pelo funcionário, esta é a razão dele ser considerado o mais seguro e eficaz.

Atualmente, a tecnologia permite que o ponto eletrônico use os aparelhos móveis para controle de jornada, isso acontece por meio de aplicativos.  

Confira outras vantagens do controle de ponto eletrônico 

  • Faz gestão de equipes de home office 
  • Funciona armazenando dados em offline 
  • Fácil consulta, podendo ser acessado por seu gestor em qualquer ambiente, facilitando consultas em tribunais por exemplo.
  • Seguro, proteção antifraude, principalmente os que usam leitura biométrica.

Por isso, é o sistema de controle de ponto mais indicado no mercado atual.

2 – Otimização: Estabeleça Metas

Estabelecer metas é andar uma segunda milha com seu controle de ponto. Elas são essenciais, independente do departamento ou tarefa. 

Com o controle de ponto não é diferente. As metas vão ajudar na avaliação da gestão de pessoas, também para mostrar a eficiência do controle de ponto. 

Você pode fazer isso de formas diferentes, como exemplificados aqui:

  • Horas Extras – Identificar e analisar o volume de horas extras e verificar se elas realmente são necessárias para a produtividade do negócio;
  • Pontualidade – Identificar e analisar as causas de atrasos, faltas e verificar de que modo elas impactam na produtividade da empresa;
  • Prevenção  – Antecipar possíveis problemas com a lei motivados por possíveis falhas no controle de ponto.

3 – Utilização dos Recursos 

Sempre é bom explorar os recursos de um sistema tecnológico, nesse caso os softwares podem ser integrados com outros departamentos.

Dessa forma vários aspectos da vida profissional podem ser acompanhados como por exemplo identificar o papel de cada colaborador na produtividade da empresa. 

Mas não para por aí. As informações podem servir de gatilhos motivacionais, assim ajudando seu Rh a ser mais estratégico.

Agora que você já conhece como criar um controle de ponto para sua empresa, quero lhe indicar  a TradingWorks uma excelência em ponto eletrônico, visite nosso site e solicite um teste gratuito.  

Autor do conteúdo:

Edgar Henrique

Edgar Henrique

Chief Product Officer da TradingWorks e especialista em Gerenciamento de Projetos, BPM, Mapeamento de Processos, Scrum, PMP, Bizagi, CDIA+, Kofax, VB.NET, C#, VB6, SQL Server e MS Project.

Mais conteúdos do blog