Sumário

O trabalho remoto aumenta ou diminui a taxa de absenteísmo?

Entenda como o home office pode ter um impacto positivo nos índices de absenteísmo.

Um dos maiores efeitos da pandemia vivida em 2020, foi a redução do absenteísmo nas empresas por meio da adoção de regime de trabalho remoto.

Como já é sabido, atrasos e faltas cometidos pelos colaboradores são muito prejudiciais para a empresa. Os efeitos podem ser sentidos tanto economicamente quanto para o bom funcionamento dos processos.

As causas das faltas e atrasos são muitas e, incluem algumas questões como dificuldade de locomoção, cansaço, mal estar e desânimo de ir até o local de trabalho diariamente.

Diante disso fica fácil imaginar que com grande parte do funcionários trabalhando em home office, as empresas tiveram uma redução significativa no absenteísmo.

Sem dúvidas o trabalho remoto trouxe diversos benefícios aos colaboradores. Ao passo que permite uma maior autonomia, que leva ao aumento da qualidade de vida.

Então continue lendo esse texto para saber mais sobre a relação do trabalho remoto com os índices de absenteísmo.

Os principais motivos que levam ao absenteísmo

Os principais motivos que levam ao absenteísmo estão ligados a situações rotineiras. Veja a seguir quais são as principais:

Doença e mal estar

Uma das maiores causas das faltas de funcionários nas empresas são os problemas de saúde. Isso é válido quando o próprio colaborador fica doente ou quando alguém da sua família está passando por um problema e precisa de cuidados.

Problemas familiares

Imprevistos acontecem com qualquer pessoa e, o mais comum é que eles estejam ligados a problemas familiares.

Por isso os atrasos e faltas no trabalho geralmente estão relacionados a problemas com os filhos e outros parentes que dependem dos cuidados do funcionário.

Problemas de deslocamento

Problemas de mobilidade urbana atingem a maior parte das cidades brasileiras e são fruto da urbanização mal planejada e desenfreada.

Por isso é comum que os funcionários atrasem para o trabalho ou até mesmo percam o dia por causa de problemas mecânicos com o ônibus, engarrafamento, filas nos metrôs, entre outros.

Além disso a demora para chegar até o local de trabalho faz com que a pessoa perca muito tempo do seu dia. Ademais, com o tempo isso gera estresse e perda de produtividade.

Desmotivação e problemas psicológicos

A desmotivação dos funcionários é muito comum dentro das empresas. Ao passo que isso faz com que o indivíduo deseje mudar de emprego.

Quando isso acontece o desânimo toma conta e, o índice de absenteísmo tende a aumentar. Além disso a produtividade diminui significativamente nesses casos.

O trabalho remoto diminui a taxa de absenteísmo

Os fatores que mais contribuem para o absenteísmo são comuns na vida de qualquer pessoa. Por isso é difícil conseguir a diminuição desses índices.

No entanto a adoção de um sistema de trabalho remoto tem um efeito positivo com relação à isso. Veja quais os principais benefícios nesse caso:

Elimina a necessidade de deslocamento

As dificuldades no deslocamento são comuns mesmo nas cidades menores. Mas, isso se intensifica nas capitais, onde o trânsito é caótico e os meios de transporte são ineficientes.

Diante disso, o trabalho remoto elimina a necessidade de deslocamento. Logo, contribui para redução de perda de dias de trabalho devido a problemas com o transporte.

Mais tempo para cuidar da saúde

Não é novidade para ninguém que trabalhar em casa contribui para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores.

Isso pode ser justificado em parte porque o tempo que seria usado no deslocamento pode ser usado para cuidados com a saúde. Por exemplo, no preparo de refeições saudáveis, prática de atividades físicas e mais tempo de sono.

Isso contribui para a redução dos níveis de estresse e, também para a diminuição dos problemas de saúde em geral.

Além disso mesmo que o funcionário não esteja se sentindo muito bem, trabalhar em casa pode ser bem mais agradável e confortável do que estar na empresa.

Melhor gestão dos imprevistos

Imprevistos acontecem, mas quando o funcionário está na própria casa fica mais fácil conseguir lidar com eles.

Um dos principais benefícios do trabalho remoto é a possibilidade de ter horários flexíveis. Assim, é possível conseguir gerir melhor a família e as atividades.

Assim, mesmo que ocorram imprevistos, o colaborador consegue mudar a sua rotina de trabalho de forma que as suas tarefas não sejam prejudicadas pelo absenteísmo.

Maior satisfação dos funcionários

O trabalho remoto é sem dúvidas muito mais confortável e gratificante. Por isso executar as tarefas à distância ajuda a elevar os níveis de satisfação. Assim a vontade de sair da empresa e os níveis de absenteísmo são reduzidos.

As empresas estão preparadas para o trabalho remoto?

Com o desenvolvimento de tecnologias cada vez mais eficientes, a adoção do trabalho remoto já era uma tendência. Mas, com a pandemia de Covid-19 esse processo foi acelerado.

Nos dias de hoje existem muitas ferramentas que contribuem para a execução de uma série de tarefas à distância. Assim como o controle de jornada em home office.

Inclusive projetos em equipe podem ser realizados e armazenados em nuvem para que sejam executados simultaneamente por várias pessoas da mesma equipe.

Além disso existem diversos aplicativos de gerenciamento de equipes por meio da internet, em que é possível inclusive enviar feedbacks e fazer anotações.

Esses recursos que atualmente parecem ser tão simples não existiam até alguns anos atrás e, também não eram permitidos por lei.

Isso passou a ser possível após a Reforma Trabalhista de 2017. Ela trouxe algumas regras importantes para o trabalho remoto, que consequentemente contribui para a redução do absenteísmo.

Apesar de a legislação já estar passando por modificações para receber as novas tendências de trabalho, ainda existem muitas empresas que não estão preparadas para isso.

Mas, os próprios colaboradores passaram a fazer exigências relacionadas à isso. Portanto cabe aos gestores adotarem novas estratégias e ferramentas tecnológicas que possibilitem a execução das tarefas à distância.

Deve-se pensar que os investimentos terão um retorno rápido, sobretudo levando-se em consideração a redução dos gastos referentes ao absenteísmo, atrasos e também demissões por insatisfação.

Conclusão

Sem dúvidas o trabalho remoto é o futuro de grande parte dos colaboradores nos próximos anos. Além de ser benéfico para o próprio indivíduo, ele contribui para redução dos prejuízos para a empresa provocados pelo absenteísmo.

Sendo assim, cabe aos gestores desenvolverem estratégias que possibilitem essa nova relação de trabalho, de modo que todos os envolvidos possam ser beneficiados, sem prejuízos à organização.

Autor do conteúdo:

Edgar Henrique

Edgar Henrique

Chief Product Officer da TradingWorks e especialista em Gerenciamento de Projetos, BPM, Mapeamento de Processos, Scrum, PMP, Bizagi, CDIA+, Kofax, VB.NET, C#, VB6, SQL Server e MS Project.

Mais conteúdos do blog