Sumário

Processos de RH: o que são e por que criar na empresa?

O setor de recursos humanos de uma empresa não é responsável apenas pelo recrutamento de novos colaboradores. Pelo contrário, existem muitos processos de RH.

O setor de recursos humanos de uma empresa não é responsável apenas pelo recrutamento de novos colaboradores. Pelo contrário, existem muitos processos de RH.

Entre eles se destacam:

  • Integração;
  • Treinamento;
  • Pagamentos;
  • Benefícios;
  • Relacionamentos e análises de desempenho;
  • Recrutamento e seleção de novos colaboradores.

Cada tarefa dessas tem papel fundamental dentro do funcionamento de uma organização. Sobretudo por serem responsáveis por aumentar o nível de satisfação dos colaboradores.

Por isso bons gestores dão a devida importância aos processos de RH e, estão sempre em busca de melhorá-los. Então continue a leitura desse texto para saber mais sobre esse assunto.

O que são os processos de RH?

Primeiramente, os processos de RH são as ações executadas pelo departamento de Recursos Humanos de uma empresa.

Eles tem como principal objetivo a melhor integração entre os colaboradores de uma organização.

Além de promoverem uma melhor consistência ao setor, esses processos são importantes também para que os gestores tenham uma melhor interação com a sua própria equipe, inclusive respondendo rapidamente às solicitações realizadas.

Mas constantemente é preciso que o gestor esteja em busca de melhorar esses processos, visando obter benefícios como:

  • Diminuição do índice de erros;
  • Facilitar o uso dos processos;
  • Respostas mais rápidas;
  • Adicionar accountability.

Para proporcionar melhorias aos processos de RH, os gestores devem utilizar ferramentas simples como formulários, fluxogramas e outras ferramentas de visualização e softwares que automatizem os processos em questão.

Ademais para obter resultados ainda melhores com os processos de RH é preciso interliga-los e integrá-los a outras ferramentas eficientes.

Tipos de processos de RH

Os processos de RH são realmente muito importantes para a gestão de uma empresa. Mas para aplica-los adequadamente é fundamental conhecer os diferentes tipos e as suas características. Veja agora quais são os principais.

Processos de provisão

Os processos de provisão nada mais são do que ações executadas pelo setor de RH visando a contratação de novos funcionários que estejam de acordo com os requisitos da organização.

Conseguir fazer isso com eficiência é essencial para que a empresa se desenvolva adequadamente.

Sendo assim, são esses processos de RH que fornecem à empresa talentos com as competências requeridas em cada função para que as atividades sejam eficientes.

As principais etapas desse processo são:

  • Planejamento: avaliação à respeito da necessidade em número e tipo de talento para que todas as atividades;
  • Recrutamento e Seleção: análise de curriculum e identificação de profissionais que tenham os talentos de que a empresa necessita;
  • Admissão: envolve toda a burocracia relacionada à efetivação da contratação dos colaboradores.

Processos de RH de Aplicação

Um sistema de gestão de qualidade precisa ter tarefas muito bem estabelecidas, bem como a eficiente e constante análise dos resultados obtidos.

E os processos de RH de aplicação são relacionados justamente a isso: cargos e execução de tarefas em uma organização.

Remuneração define salários e benefícios

Dentro de qualquer sistema de trabalho, a remuneração tem uma relação direta com a satisfação dos colaboradores e, consequentemente com a permanência deles.

Visto isso, os processos de RH fundamentais usados no reconhecimento de resultados e recompensas são:

  • Definição dos salários: cálculo do salário regular para cada um dos colaboradores dentro da empresa;
  • Benefícios e incentivos: para manter os funcionários estimulados e satisfeitos é essencial usar estratégias de benefícios e incentivos.

Desenvolvimento

Para que os colaboradores apresentem um bom desempenho em suas funções é essencial investir na capacitação e na atualização deles.

Para isso é essencial aplicar os processos de RH de treinamento e desenvolvimento (T&D). Mas, para que isso seja eficiente, é primordial avaliar as necessidades dos colaboradores e então investir em ações focadas, que sejam realmente benéficas.

Processos de manutenção

Todo bom gestor de RH sabe que não basta selecionar bons talentos para organização, é preciso também desenvolver estratégias para a manutenção deles.

Isso garante a economia de recursos, ambiente de trabalho agradável e aumento da produtividade geral da equipe.

Para isso, manter boas relações trabalhistas obedecendo as leis e regras estabelecidas pela CLT é fundamental.

Além disso o ambiente de trabalho deve ser adequado para o desenvolvimento das atividades estabelecidas.

Monitoramento

Em qualquer organização o monitoramento de informações e dos resultados é fundamental para garantir o sucesso da empresa.

Além disso o gerenciamento adequado é fundamental nas tomadas de decisão baseada em evidências.

Sendo assim ter um banco de dados completo e bem organizado é fundamental. Nele devem ser armazenadas todas as informações de cada um dos colaboradores da equipe. É fundamental manter os registros da jornada, banco de horas, férias, entre outros.

Assim, um RH pode ganhar em muito na produtividade ao utilizar sistemas de monitoramento da jornada de trabalho como a TradingWorks.

Por que criar processos na empresa?

Como é possível perceber, a atuação do setor de recursos humanos é muito ampla e, os processos de RH são importantíssimos para o desenvolvimento da empresa como um todo.

Esses processos contribuem para uma melhor organização do ambiente, recrutamento de pessoas capacitadas para as tarefas, aumento da eficiência do trabalho e maior satisfação dos funcionários.

Sendo assim uma boa gestão do setor e dos processos em questão traz uma série de benefícios, sendo os mais importantes:

  • Melhor uso do tempo: com o aumento da eficiência dos processos, sobra mais tempo hábil para que os colaboradores lidem com as questões mais importantes;
  • Agilidade: os processos de RH são padronizados, por isso eles são mais facilmente moldáveis às necessidades da equipe. Assim podem-se criar processos organizados e consistentes, mais adequados às mudanças em questão;
  • Maior envolvimento dos colaboradores: com os processos de RH, os colaboradores tornam-se em geral mais satisfeitos e, consequentemente ficam mais engajados com as suas tarefas.

Conclusão

Nesse artigo você viu o quanto os processos de RH são importantes para que qualquer negócio tenha sucesso.

Por isso é fundamental oferecer às equipes de RH ferramentas eficientes de trabalho, pois isso tem impacto direto em todos os outros setores da organização.

Como um controle de jornada digital da TradingWorks que é uma ferramenta fundamental para o RH faça o controle de ponto dos colaboradores de maneira prática, segura e sem erros.

Sendo assim desenvolver boas estratégias para tornar mais eficientes os principais processos de RH é essencial para reduzir desperdícios, repetições e melhorar a velocidade de resposta.

Dessa forma, cria-se um ambiente de trabalho muito mais adequado às necessidades dos colaboradores e, consequentemente mais produtivo.

Assim o tempo, energia e recursos são usados de maneira estratégica, visando melhorar o desenvolvimento de todos os setores da empresa.

 

Autor do conteúdo:

Edgar Henrique

Edgar Henrique

Chief Product Officer da TradingWorks e especialista em Gerenciamento de Projetos, BPM, Mapeamento de Processos, Scrum, PMP, Bizagi, CDIA+, Kofax, VB.NET, C#, VB6, SQL Server e MS Project.

Mais conteúdos do blog